Professores

null

ELIANA FONSECA

IDEALIZADORA DO PROJETO e Professora de Direção e Roteiro

Formada em Cinema pela ECA/USP e como atriz pela EAD/USP, tem especialização em pedagogia no ensino superior. Atua há mais de 35 anos nas áreas de cinema, teatro e TV. Em cinema, dirigiu e escreveu 5 curtas, entre eles “Frankstein Punk” e “A Revolta dos Carnudos”, premiados em festivais no país e exterior. Em 2018, dirigiu “13 Andares”, primeiro longa produzido pelo audiovisual ECA/USP em parceria com a EAD. Como atriz, atuou em dezenas de filmes, tendo recebido vários prêmios de atuação. Em teatro, dirigiu e atuou em mais de 20 produções. Em TV, destaca-se seu trabalho de direção, roteiro e atuação em programas infanto-juvenis e de humor. Atuou também em novelas e séries. Entre os destaques, os programa “Rá Tim Bum” e “Castelo Rá Tim Bum”, na TV Cultura, o humorístico “Casseta & Planeta”, as séries de comédia “Os Normais”, “A Grande Família”, “Chapa Quente” e a novela “Desejo Proibido”, todos na Rede Globo. Recentemente, dirigiu as séries “Segredos Médicos” e “A Pergunta que Não Quer Calar” (Multishow) e “Máximo e Confúcio” (TV Cultura). Há 10 anos é professora de roteiro, direção e direção de atores no curso de bacharelado em Audiovisual do Centro Universitário Senac.

null

ANA GIANNASI

Professora de Produção

Criadora do Projeto Pedagógico e professora do curso de Bacharelado em Audiovisual do Centro Universitário Senac desde janeiro de 2006. Coordenadora do mesmo curso de 2006 a 2008 e de 2012 a 2013. Tem experiência em docência desde 1998 e na área de Artes, com ênfase em Administração e Produção de Filmes e Audiovisuais. Mestrado defendido na ECA – USP. Como produtora, diretora de produção ou produtora executiva, atuou em longas, médias e curtas-metragem. Entre eles: “Hia Sa Sa Hay Ya”, “Mulher Índia”, “Chá Verde e Arroz”, “O Cantor de Samba”, “Amor Materno”, “Um Céu de Estrelas”, “Os Matadores”, “O Velho”, “Os Três Zuretas” e “Eu Não Conhecia Tururu”.

null

ANA MARA ABREU

Professora de Direção de Arte

Formou-se em cinema pela Escola de Comunicações e Artes (ECA/USP) e fez cursos de pós graduação no Design Department da Tisch School of Arts da New York University (NYU). Trabalha com direção de arte e cenografia em filmes de longa metragem, filmes publicitários, documentários e cenários para TV. Seus trabalhos em longa metragens incluem “Califórnia”, de Marina Person; “Os Amigos”, “A Via Láctea” e “Tônica Dominante”, de Lina Chamie; “É Proibido Fumar” e “Durval Discos”, de Anna Muylaert; “Os Doze Trabalhos”, de Ricardo Elias; “Um Céu de Estrelas” e “Através da Janela”, de Tata Amaral, entre outros. Muitos destes trabalhos receberam prêmios de Melhor Direção de Arte nos Festivais de Brasilia, de Gramado e de Pernambuco. Recebeu também o Fulbright Grant para cursos de especialização nos Estados Unidos. Já ministrou cursos de direção de arte na Academia Internacional de Cinema, na Escola São Paulo e foi professora palestrante na ECA/USP.

null

ANA RITA BUENO

Professora de Direção de Arte

Ana Rita Bueno. Formada em Arquitetura pela FAU-USP em1987, trabalha como cenógrafa e diretora de arte desde 1985. Estreou profissionalmente no curta Franksteinpunk de Eliana Fonseca e Cao Hamburguer. De 1988 a 1998 trabalhou na Itália em produções para RAI. De volta ao Brasil em 1999, assinou a cenografia de diversos projetos tais como: Cidadão Brasileiro na Rede Record, programa infantil Traquitana na TV Cultura, e a direção de arte dos longas, Se Deus Vier que Venha Armado de Luis Dantas, Reflexões de um Liquidificador, do diretor André Klotzel, Super Nada de Rubens Rewald e Rossana Foglia, Jogo das Decaptações de Sérgio Bianchi, A Memória Que me Contam de Lucia Murat, e A Divina Comédia longa metragem dirigido por Toni Venturi, Toda Forma de Amor dirigido por Bruno Barreto e co-direção de diego Martins, entre outros.

Já ministrou cursos e palestras para Faculdade Belas Artes, FMU, Unesp São Carlos, Unimmonte Santos.

null

ESMIR FILHO

PROFESSOR DE DIREÇÃO E ROTEIRO

Cineasta da nova geração, Esmir Filho se formou na FAAP em 2004 e viajou com seus filmes para diversos festivais nacionais e internacionais, colecionando prêmios. Seu primeiro longa-metragem “Os Famosos e os Duendes da Morte”, distribuído pela Warner Bros. no Brasil, foi o grande vencedor do Festival do Rio 2009, além de ter sido selecionado para o Festival de Berlim e Locarno e conquistado prêmios de melhor filme, direção e crítica nos festivais de Havana, Valdívia, Granada e Guadalajara. É co-autor do hit da internet “Tapa na Pantera”, com mais de 10 milhões de acessos no You Tube. Seu curta “Alguma Coisa Assim” ganhou o prêmio de melhor roteiro no Festival de Cannes 2006, enquanto “Saliva” foi escolhido para ser o curta-metragem representante do Brasil na corrida para o Oscar 2009. Em 2012, foi condecorado com o prêmio de cinema da Academia Brasileira de Letras, em júri presidido por Nelson Pereira dos Santos. Em 2018, lançou seu segundo longa, “Alguma Coisa Assim”, dirigido em parceria com Mariana Bastos, baseado no curta lançado pela dupla em 2006. Atualmente, prepara uma série para a Netflix.

null

GIULIANO RONCO

Professor de Edição

Formado em Cinema e Vídeo pela ECA-USP em 1999. Especializou-se em edição, acumulando trabalhos como freelancer, até ser contratado pelo Laboratório de Imagem e Som em Antropologia da USP, onde editou filmes etnográficos por dois anos. Ao término do contrato teve suas primeiras experiências como editor para televisão. Passou pelos canais Bandsports e Rede Globo, sempre vinculado ao núcleo de esportes. Em 2008, foi contratado pelo Centro Universitário Senac como professor de edição para o Curso Superior do Audiovisual. Fez parte do quadro de professores da Academia Internacional de Cinema na área de edição entre 2009 e 2015. Em 2012 concluiu uma especialização em Docência no Ensino Superior pelo Senac. Atualmente é professor de Direção e Montagem na UFSCAR, além de mestrando na área de Artes Visuais da ECA-USP.

null

GUILHERME LIMA

Professor de Som

Graduou-se em Produção Fonográfica na Universidade Anhembi Morumbi em 2010, e fez sua pós graduação em Docência no Ensino Superior no Centro Universitário Senac em 2013. Também fez cursos de curta duração em algumas instituições internacionais, como Emory University (Introduction to Digital Sound Design), University of Copenhagen (Scandinavian Film and Television) e Berklee College of Music (Introduction to Music Production). Como Sound Designer participou da produção de filmes de curta-metragem, como “Proverbio 31”, “Urbanismo” e “Entranhas Familiares”. Atua como docente desde 2011 e também é professor no Bacharelado em Audiovisual do Centro Universitário Senac e na Fábrica de Cultura do Jardim São Luis.

null

JACOB SOLITRENICK

Professor de Fotografia
null

JOÃO GODOY

Professor de Som

João Godoy é doutor em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da USP. É professor da área de som do Curso Superior do Audiovisual do departamento de Cinema, Radio e Televisão da ECA-USP. Iniciou a carreira de Técnico de Som Direto em 1987. Entre os trabalhos realizados, destaca-se a captação do som direto nos longas-metragens de ficção “Um Céu de Estrelas” (1995), de Tata Amaral; “Contra Todos” (2002), de Roberto Moreira; “Chega de Saudade” (2006), de Lais Bodanski; “Broder” (2008), de Jefferson D; “Hoje” (2011), de Tata Amaral; “Serra Pelada” (2012), de Heitor Dhalia; “Amor em Sampa” (2013), de Carlos Alberto Riccelli; e nos documentários “Fé” (1998), de Ricardo Dias e “O Milagre de Santa Luzia” (2008), de Sergio Roizenblit; entre outros.

null

LEANDRO BORGES

Professor de Fotografia

Graduou-se no curso de Ciências Sociais na Universidade de São Paulo em 2003. Desde janeiro de 2007, é professor no curso de Bacharelado em Audiovisual do Centro Universitário Senac em São Paulo. Atualmente, faz mestrado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Como diretor de fotografia trabalhou no curta-metragem de ficção “Acaso – O Caso de Gregório Sean” produzido pela Central SP e dirigido por Alexandre Leal. Entre 2000 e 2006, exerceu a função de editor de imagens, assistente de elétrica, produção e assistente de foto em diversas produtoras de comerciais e vídeos institucionais.

null

LUCIANE TOFFOLI

Professora de Produção

Pós-graduada em Docência no Ensino Superior pelo Senac e bacharel em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Desde 2006, é professora no curso de Bacharelado de Audiovisual do Senac. Atua há mais de 20 anos no setor do audiovisual nas áreas de produção e direção. É produtora executiva de conteúdos para TV e cinema da produtora CINE. Em 2015, lançou “Ninguém Ama Ninguém por Mais de Dois Anos”, baseado na obra de Nelson Rodrigues.

null

LUISA BAIRÃO

Professora de Direção de Arte

Formada em Artes Plásticas na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), em 1987, como Bacharel em Comunicação Visual e Cenografia, fez Pós Graduação de Direccion Artística na Escuela de Cine de Barcelona, ECIB- Espanha e Especialização em docência no Ensino Superior do Centro Universitário Senac. Atua como diretora de arte desde 1987 em filmes publicitários, para TV e documentários, recebendo vários prêmios entre eles VII Prêmio Produção Brasil 1993/1994, Prêmio destaque Cenografia e Direção de Arte pelo filme publicitário “Cãezinhos” Walita. Prêmio de melhor Direção de Arte pelo curta “O Canal”, de Carlos Baliu no 22º Festival Cine Ceará, em 1995. Prêmio de Direção de Arte pelo curta “A Pensão dos Caranguejos”, no Festival de Cinema de Itu em 2009. É professora da disciplina de direção de arte no curso de Bacharelado em Audiovisual do Centro Universitário Senac e atualmente Criadora do Projeto Pedagógico e professora do curso de Pós Graduação em Direção de Arte Audiovisual do Centro Universitário Senac.

MAURO MARTINS

Professor de Fotografia
null

MICHAEL RUMAN

Professor de Direção e Roteiro

Formado em Cinema e Publicidade pela ECA-USP, exerce as atividades de Diretor, Montador, Roteirista, Produtor e Editor de Som em Cinema e TV. Como Diretor, realizou o seriado “9mm São Paulo” (canal Fox), o seriado “Disney Cruj” (SBT- Disney Channel), o longa-metragem “Os Xeretas” (lançado nos cinemas em 2001), e 5 curtas-metragens. Em 2016, codirigiu o longa “Magal e os Formigas”, produção da Moonshot e da Globo Filmes Como montador e editor de som, participou de 10 longas-metragens e mais de 30 curtas-metragens, acumulando mais de 15 prêmios em festivais de cinema do Brasil e exterior, além de prêmios em publicidade como diretor e criador de efeitos especiais eletrônicos. Foi professor da Escola de Comunicações e Artes da USP, curso de Publicidade e Propaganda, nas cadeiras de Produção em Cinema, Rádio e Televisão (1995-98 e 2003-2004), Cinema Publicitário (1997-2000 e 2003-2004) e Produção/Roteiro (curso de RP, 1997-2000); Direção Cinematográfica (1998, Curso de Cinema na ECA/USP) ; Produção e Roteiro (2003-2004, ECA/USP). Atualmente, é coordenador de projetos da Moonshot Pictures e leciona direção de atores na Escola de Atores Wolf Maya.

Monitores

null

ANA BEATRIZ PEREIRA

Monitora
null

AIRTON JÚNIOR

Monitor

Caiçara, nascido em 1994 na cidade de Santos, é Bacharel em Audiovisual pelo “Centro Universitário Senac” (SP), cantor, compositor, instrumentista e produtor musical. No ano de 2012 formou-se pelo conservatório de música “Souza Lima” no Curso Dinâmico de Áudio e junto com os conhecimentos em Audiovisual dedicou-se à produção de outros artistas em seu próprio estúdio. Atua como mentor e professor na oficina de música “Musiclável” e monitor no curso de cinema “É Nóis na Fita”.

null

FERNANDO CABRAL

Monitor
null

JOÃO BLEY

Monitor

João Bley, 22 anos, cursa o 4º ano do Curso Superior do Audiovisual na ECA-USP. Foi roteirista, assistente de produção e editor de som do longa-metragem “13 Andares” (em finalização), roteirizou e co-dirigiu o curta-mockumentary “Mercadinho” (2014).

null

LORENA DUARTE

Monitora

Formada bacharel em Audiovisual pela ECA-USP e atualmente mestranda na mesma escola, Lorena atua principalmente nas áreas de direção, produção e edição de cinema e vídeo. Seu primeiro curta metragem, “Feriado em Iporanga” (2016), participou de festivais em São Paulo e em Beijing, onde apresentou o filme e trocou experiências com jovens cineastas de diversos países. Trabalhou como programadora de mostras no CINUSP Paulo Emílio e já foi professora de música em educação infantil. Hoje é diretora na empresa Dona Zeza Filmes.

null

MATEUS LOPES

Monitor
null

MATHAUS WOERLE

Monitor
null

MIRTES AGDA SANTANA

Monitora

Tem 22 anos, é estudante do curso de Bacharelado em Cinema e Audiovisual pelo Centro Universitário SENAC São Paulo, atualmente cursando o 6º semestre. É formada em nível técnico pelo curso Design Gráfico Editorial em 2010, pela mesma instituição. Dentre as produções que participou, destaca-se o curta-metragem “Quando Davi conheceu o Grande e Vasto Mundo” (2016), selecionado no 27º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, na mostra Cinema em Curso.

null

NICOLAS TONIOLLO

Monitor
null

RAISSA KASPAR

Monitora

Cursa o 7º de Audiovisual no Centro Universitário Senac. Tem experiência com pintura e animação digital, fez roteiro e direção no curta-metragem universitário “Amarelinha” em 2013 e Direção de Fotografia no documentário universitário “Sobre Reflexos”. Fez assistência de produção na produtora 1 MAN BAND, monitoria de roteiro no Centro Universitário Senac e trabalha como editora de vídeos para a empresa Mimos de Amor.

null

RAQUEL TAFFARI

Monitora

Produção

null

LEONARDO KEHDI JUNIOR

Diretor de Produção

Produtor do In-Edit Brasil, Festival Internacional do Documentário Musical, com 7 edições realizadas em São Paulo, Salvador e Rio. Produtor executivo dos filmes documentários “Constantino” (Otavio Cury, 82 min, 2012) e “Expedicionários” (Otavio Cury, 72 min, 2011), entre outros. De 2000 a 2011, foi diretor geral do espetáculo “Natal no Palácio Avenida”, realizado em Curitiba e assistido anualmente por cerca de 200 mil pessoas. De 2004 a 2009, foi diretor artístico e produtor da Série Musical do Teatro HSBC, em Curitiba, com shows de Banda Mantiqueira, João Donato, Barbatuques, Roberta Sá, Martnália, Naná Vasconcelos, João Bosco, entre outros.

null

CALEB CARVALHO

Produtor

Tem 20 anos, estudou Direção de Arte na Universidade Federal de Goiânia. Formou-se em nível técnico de Comunicação Visual em 2016 e em 2017 participou como aluno do projeto “É Nóis na Fita”. Dentre as produções que realizou, destaca-se o curta promocional “A aula é na luta” para o Grêmio Estudantil Dinâmica durante as ocupações das ETECS em 2016 e a direção do curta-metragem “À Luz de Vela” (2017). Em 2018, junto a Eliana Fonseca, fez montagem e edição de som dos monólogos das turmas da Escola de Teatro Célia Helena. Liderou a equipe de marketing e design de uma empresa e-Commerce e é um dos integrantes do Coletivo ECOA, direcionado para ações sociais interligadas ao universo audiovisual. Atualmente é produtor do curso É Nóis na Fita.

null

LUCAS HENRIQUE

Assistente de Produção

Paulistano, 21 anos, estudante do 8º semestre de Publicidade e Propaganda na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Participou em 2016 como aluno do projeto “É Nóis na Fita”, sendo produtor do curta-metragem “Se Essa Vida Fosse Minha” (2016). Amante de cinema e apaixonado por pessoas, produziu as turmas do Jardim São Luís e Vila Nova Cachoeirinha em 2017.

null

VERA VALSONI

Administração

Trabalha a 18 anos com Leonardo Kehdi e Eliana Fonseca. Junto as produtoras do projeto, a Vertigo e a IN BRASIL Cultural, Verinha (como costuma ser chamada) lida com o financeiro e estruturação do projeto como datas e gestão dos equipamentos, junto a Caleb e Leonardo.

null

JÉSSICA ZUZA

Assistente de Produção

Cheia de intensidade em tudo que produz, Jéssica se encontrou no mundo do audiovisual. Integrante de dois coletivos, com a visão de empoderamento e transformação social, e assistente de produção do projeto É NÓIS NA FITA, ela multiplica tudo em cem e isso não é diferente em seus trabalhos. Ajudou a produzir o curta-metragem “Ponto de Paz”, de 2017.

null

BÁRBARA POLICARPO

Assistente de Produção

Tem 19 anos, cursa o 5º semestre do curso de Bacharelado em Audiovisual no Centro Universitário Senac. Participou em 2015 no projeto “É Nóis na Fita”, com o curta-metragem “Lunático”, exibido no 27º Festival Internacional de Curtas-Metragem de São Paulo e 14ª Edição do Cine Amazônia. Foi produtora e diretora de fotografia em alguns curta-metragens e no webdocumentário “Grito das BEE”. Fez assistência de produção na InBrasil e foi estagiária de Conteúdo na Cine Cinematográfica.

null

MATEUS ALVES

Assistente de Produção

Mateus tem 21 anos, escreveu e dirigiu o curta metragem “O Perfeccionista”. Participou da turma de 2017 do projeto “É Nois Na Fita”, onde foi Assistente de Direção do curta metragem “Ao Lado”.
Atualmente trabalha principalmente como videomaker e editor de conteúdo voltado para televisão e internet.

Tenha aulas de graça com essa equipe de profissionais!

Menu